Pesquisa e Desenvolvimento

sementes

sementes

sementes
Para desenvolver produtos que se ajustem às necessidades de mercado, a Dow AgroSciences está permanentemente atenta às necessidades dos seus clientes, definindo claramente os conceitos dos seus produtos ajustados às tendências das práticas agrícolas. Para tal, a Dow AgroSciences precisa ter uma massa crítica de negócio para estar apta a continuar realizando pesquisa e desenvolvimento de novos produtos e novas tecnologias como a biotecnologia.

Para colocar no mercado produtos de alta tecnologia que possam suprir as necessidades de seus clientes, a Dow AgroSciences investe milhões de dólares e anos de pesquisa para atender às necessidades do mercado. Os maiores esforços se voltam à pesquisa e desenvolvimento de produtos agroquímicos que combatam os grandes inimigos do homem do campo, ou seja, as pragas, as doenças e as plantas daninhas. Estes mesmos esforços são dedicados no desenvolvimento de sementes melhoradas e, ainda em fase de experimentação, na realização de estudos profundos e criteriosos sobre plantas transgênicas.

O Departamento de Pesquisa e Desenvolvimento da Dow AgroSciences é composto por um Centro de Pesquisa de Agroquímicos; quatro Centros de Pesquisa de Sementes; um Laboratório de Fitopatologia; um Laboratório de Química Ambiental; um Laboratório de Formulações; uma equipe de Pesquisa e Desenvolvimento de Campo de agroquímicos; uma equipe de Desenvolvimento de Campo de novos híbridos de milho e sorgo; e, uma equipe de Regulamentação e Registro de Produtos.

Para o desenvolvimento de produtos agroquímicos a Dow AgroSciences possui uma equipe de Pesquisa e Desenvolvimento de Campo formada por Engenheiros Agrônomos sediados em todas as principais regiões agrícolas do Brasil. Possui também uma Estação Experimental, sediada em Mogi Mirim-SP a qual faz parte de um grupo de doze Centros de Pesquisa que a Dow AgroSciences mantém no mundo, e tem como principais atividades o desenvolvimento de novas tecnologias no uso de agroquímicos e, a caracterização de novos herbicidas, inseticidas e fungicidas, processo esse que começa 8 a 10 anos antes do lançamento de um novo produto no mercado.

No Laboratório de Química Ambiental, também localizado em Mogi Mirim-SP, os pesquisadores monitoram rigorosamente o impacto ambiental dos produtos em desenvolvimento, assegurando que se enquadrem na rígida legislação que regulamenta o processo de registro dos produtos agroquímicos.

No Laboratório de Formulações em Franco da Rocha-SP, pesquisadores altamente especializados pesquisam e desenvolvem novas formulações de produtos agroquímicos com o objetivo de oferecer aos clientes produtos cada vez mais eficientes e seguros.

sementes
Para a pesquisa e o desenvolvimento dos novos produtos e a manutenção dos produtos registrados, a equipe de especialistas de Regulamentação e Registros, com o suporte das funções acima descritas, atua junto aos Ministérios da Agricultura, da Saúde e do Meio Ambiente, e também às Instituições Estaduais de Cadastramento de Agroquímicos, providenciando a obtenção de Registros Especiais Temporários assim como obtendo Registros e Cadastros para os produtos desenvolvidos e comercializados pela Dow AgroSciences.

Para o negócio de Sementes, a Dow AgroSciences mantém Unidades de Pesquisas em Jardinópolis-SP, Guaira-SP, Indianópolis-MG e Castro-PR, além de inúmeros locais de testes espalhados pelas regiões produtoras de milho e sorgo no país, onde são avaliados nos diferentes ambientes brasileiros os novos híbridos de milho para grãos e silagem de planta inteira e grão úmido, milho doce, milho verde, sorgo granífero e sorgo forrageiro, além de trabalhos na área de Biotecnologia.

No Laboratório de Fitopatologia para a área de Sementes sediado em Jardinópolis-SP, são realizadas diagnoses de doenças de milho e sorgo e a produção de inóculos dessas doenças, dando suporte no desenvolvimento de híbridos resistentes às principais doenças do milho e sorgo.

Sempre focada nas necessidades de seus clientes, a Dow AgroSciences desenvolve produtos e tecnologias de vanguarda e tem um dos melhores portifólios de insumos tecnológicos do mercado agropecuário brasileiro, o que inclui desde sementes melhoradas até o controle das plantas daninhas, das doenças e dos insetos que infestam as principais culturas agrícolas do país.

O investimento em Pesquisa e Desenvolvimento de novos produtos e tecnologias é uma das prioridades do plano estratégico da Dow AgroSciences, o que vai garantir o sucesso futuro dos negócios da empresa e de seus clientes.