Tecnologia de Aplicação

Uma boa aplicação, é essencial para o controle de pragas, doenças e plantas infestantes, que reflete diretamente na qualidade e produtividade.

O conceito de boas práticas nas aplicações de defensivos agrícolas, busca coordenar informações e sedimentar conhecimento que possa auxiliar técnicos, aplicadores e produtores a buscar a sustentabilidade de suas atividades.

Estes princípios são baseados no acompanhamento técnico das aplicações, no respeito às condições climáticas adequadas, no respeito às bordaduras, no bom conhecimento do entorno das áreas e no uso de técnicas de redução de deriva. Ainda é fundamental que os equipamentos de aplicação sejam corretamente inspecionados, ajustados e calibrados para o trabalho.

Pensando nisso, em uma iniciativa da Dow AgroSciences, em parceira com a UNESP de Botucatu, foi desenvolvido o Programa de Aplicação Responsável, cujo principal objetivo é capacitar agricultores, técnicos e operadores sobre tecnologia de aplicação.

Além disso, foi desenvolvido um equipamento, chamado Simulador de Deriva, no qual os participantes podem visualizar o real efeito do uso de cada tipo de tecnologia (pontas e pressão de trabalho), de acordo com a velocidade do vento no momento da aplicaçào, evitando a deriva na aplicação dos defensivos agrícolas.

Entre os anos de 2014 e 2015, o Programa de Aplicação Responsável, capacitou mais de 9 mil pessoas em 16 estados brasileiros.

Veja o vídeo abaixo:

BPA_comercial

Veja também: