“Movimento Contra o Desperdício” da Dow AgroSciences beneficia instituições de Sumaré (SP) e salva 1 milhão de caixas de frutas

“Movimento Contra o Desperdício” da Dow AgroSciences beneficia instituições de Sumaré (SP) e salva 1 milhão de caixas de frutas

Iniciativa social e educativa, que conscientiza produtores rurais sobre a importância de se evitar perdas na lavoura, reverte o que foi “economizado” em doações a entidades assistenciais

São Paulo (SP), 19 de setembro de 2017 – Nesta sexta-feira (22), colaboradores da Dow AgroSciences e da empresa agropecuária Biogenese vão entregar à Associação Pestalozzi de Sumaré (SP) doações que resultam do “Movimento Contra o Desperdício”. No último dia 15, o projeto entregou donativos para a Associação Assistencial Montemorense – que se dedica ao cuidado de idosos que vivem na cidade de Monte Mor (SP). O “Movimento Contra o Desperdício” é um projeto inédito no agronegócio brasileiro, que vem conscientizando produtores rurais sobre a importância de se reduzir a perda de alimentos desde o plantio. Como resultado, o movimento salvou mais de 1 milhão de caixas de frutos que seriam perdidos, ao propor a reflexão dos agricultores sobre questões relacionadas ao desperdício na fase inicial da produção, ou seja, “da porteira para dentro”.

O “Movimento Contra o Desperdício” foi idealizado pela Dow AgroSciences a partir de um encontro dos especialistas da companhia com produtores de tomate, quando foi percebido que o prejuízo econômico devido as perdas dos frutos é bastante significativo. “No momento em que fizemos a conta, percebemos que um único tomate desperdiçado por planta pode resultar na perda de 55 caixas por hectare. Ou seja, facilmente esse número pode chegar a mais de uma tonelada de tomate que pode ir parar no lixo. Algo inadmissível. Diante deste cenário nada sustentável, temos trabalhado com os agricultores e eles se convenceram de que o desperdício ‘dentro da porteira’ realmente é muito alto, e o prejuízo maior do que o contabilizado até então”, explica André Baptista, gerente de marketing para hortifrúti da Dow AgroSciences Brasil.

Após a experiência com os produtores de tomate, o time da Dow AgroSciences começou a buscar mais informações sobre desperdício de alimentos no Brasil e se deparou com diversas informações que incomodaram muito mais, tais como: o Brasil é hoje o 4º produtor mundial de alimentos, responsável por gerar 25,7% a mais do que o necessário para alimentar a sua população. Porém, aproximadamente 64% do que se planta aqui é perdido ao longo da cadeia produtiva. Isso significa que, atualmente, mais de 26 milhões de toneladas de alimentos têm o lixo como destino, sendo que a maior perda é de hortifrútis, cerca de 45%.

Com esses dados alarmantes, principalmente em se tratando de um país com a vocação produtiva como o Brasil, a Dow AgroSciences passou a buscar dentro de casa uma forma de unir sua tecnologia, o inseticida Delegate®, a favor dessa causa. Desta maneira, criou o “Movimento Contra o Desperdício”, que propôs o engajamento de 14 distribuidores da companhia em quatro regiões do Brasil para trabalhar especificamente com as culturas de maçã, melão e tomate. Estes parceiros assumiram o papel de embaixadores da causa, com o objetivo de abordar o assunto do desperdício em suas interações, mostrando aos produtores rurais que “cada fruto conta”.

“O ‘Movimento Contra o Desperdício’ permite que o agricultor ganhe duas vezes: a primeira, protegendo a sua lavoura de perdas ‘dentro da porteira’, pois melhora a produtividade/ rentabilidade. E a segunda, porque dá a ele a oportunidade de contribuir com a sociedade, ajudando a uma instituição social com os ‘frutos salvos’. A ideia deu tão certo que quando apresentamos o projeto para comunidades, ele teve adesão imediata de diversos grupos agrícolas, sindicatos rurais e associação de produtores”, afirma Baptista.

“Além de conscientizar os agricultores, o ‘Movimento Contra o Desperdício’ está gerando impacto social nas comunidades, pois parte das vendas do inseticida Delegate® foi revertida em doações. Com a campanha, conseguimos juntar aproximadamente R$ 5 mil e, agora, este valor que representa os ‘frutos salvos na lavoura’, será repassado a instituições sociais da nossa região: uma em Monte Mor e outra em Sumaré”, explica Márcio Boldrin, proprietário da distribuidora Biogenese. 

Para Baptista, dentre os desafios que a agricultura enfrenta hoje está o de “produzir mais e melhor, de forma que seja uma atividade sustentável, protegendo os cultivos, obtendo rentabilidade e produtividade, e, consequentemente, contribuindo para diminuir as perdas e auxiliar o produtor rural na missão de seguir alimentando o mundo com muito mais qualidade e tecnologia. E o conceito do ‘Movimento Contra o Desperdício’, que surgiu da campanha ‘Cada Tomate Conta’ pode ser aplicado para qualquer cultura. Por isso, a relevância desta ação social”, conclui.

Mais informações sobre o Movimento Contra o Desperdício, acesse:

www.contraodesperdicio.com.br

facebook.com/contraodesperdicio

instagram.com/contraodesperdicio

www.twitter.com//contraodesperdicio

Sobre a Dow AgroSciences

A Dow AgroSciences, com sede em Indianápolis, Indiana, nos Estados Unidos, desenvolve soluções inovadoras para a proteção de cultivos e biotecnologia de plantas para atender aos desafios de um mundo em crescimento. A Dow AgroSciences é uma subsidiária em caráter integral da The Dow Chemical Company e obteve um volume de vendas global de US$ 6,2 bilhões em 2016. Saiba mais: www.dowagro.com/pt-br/brasil